Other stuff ->

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Após 56 anos, motociclista recupera sua moto que afundou num lago

Dean Ailie, quando tinha 15 anos, ganhou de seu pai uma moto alemã de 1938.
Ao dar uma circulada com ela em dezembro de 1956, Dean foi cruzar o lago
"Big Swan", que estava congelado na ocasião, na cidade de Dassel, Minnesota.

Dean já havia cruzado este lago antes, mas, naquele dia em que a moto
afundou, resolveu pegar um atalho, o que quase foi fatal. O gelo se partiu e
ele a moto foram para as águas geladas. A moto logo foi para o fundo e Dean
foi resgatado por pescadores que se encontravam próximos dele.

Recentemente, Ken Seemann, um pescador que passava sua rede neste lago
acabou "pescando" a moto de Dean, conseguindo trazê-la novamente à tona.
Como o caso, em 1956, havia se tornado célebre, logo foi possível
identificar que aquela moto era a de Dean Ailie, agora com 71 anos, que
ainda vive nas redondezas.

Considerando estas mais de cinco décadas que a moto ficou mergulhada, foi
surpreendente que ela ainda se encontrasse em boas condições. Ailie quis que
a moto ficasse com Seemann e com seu sócio, Ron Miller, que é um
colecionador de motos e planeja limpá-la para deixá-la em exposição.

Fonte: sobremotos.com.br

quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

6D: Um capacete com suspensão

6D como "Six Degrees" , os seis graus de liberdade de engenharia que fazem
referência à capacidade de um objeto mover-se em três dimensões no espaço -
na rotação e translação - em um sistema caracterizado pelas coordenadas
cartesianas X, Y, Z.Um conceito que a empresa californiana aplica seus
próprios estudos de segurança a capacetes através de um sistema
revolucionário chamado ODS, Omni Suspensão Dimensional.

Deixando de lado siglas e conceitos talvez um pouco abstrato, o sistema deve
ser capaz de dissipar a energia do acidente contra o asfalto em velocidades
baixas e médias melhores do que os limites tradicionais. Dissipando um lugar
comum que poderia dar a oportunidade de crescer um dano cerebral com a
violência do impacto no chão, 6D suporta a maioria dos traumas causados por
acidentes com impactos de até 60g , mas acima de tudo com acelerações
angulares que não seria possível dissipar a energia completamente.

O sistema estudado pelos 6G vez prevê a inserção no invólucro de um conjunto
de amortecedores de elastómeros (ou seja, a mesma tecnologia de base
utilizada para algumas suspensões utilizadas em montainbikes) com o perfil
de ampulheta. amortecedores em torno do reservatório, em cada movimento e
direção, permitindo dissipar um maior impacto em todas as direções não
lineares e angulares.

Durante o teste, o sistema ODS adotado reduz significativamente a energia
transferida para a cabeça, ajudando a diminuir a probabilidade de trauma ou
lesão cerebral. Porém, estes foram apenas testes e esperamos que brevemente
essa nova tecnologia seja empregada em nossos capacetes.

Fonte: moto.com.br

Triumph anuncia recall para oito modelos no Brasil

A montadora britânica Triumph, que reiniciou suas operações no Brasil com a
chegada de seis modelos, comunicou nesta quarta feira, 26/12, o recal de 704
unidades no país. Os problemas identificados estão em defeito nos freios,
adequação de sistema de gestão do motor, descarga da bateria e ajuste do
suporte de malas. Segundo a empresa, nenhum modelo comercializado nesta nova
fase da empresa no Brasil, partir de novembro, necessita do serviço.

Ao todo, oito modelos foram afetados; Sprint ST 1050, Speed Triple 1050,
Daytona 955i, Rocket III, Rocket III Classic, Tiger 1050, Daytona 675 e
Street Triple. Segundo a montadora, alguns desses problemas podem resultar
em quedas, no entando, até o momento, não foram registrados acidentes
provocados por estes problemas.

A Triumph disponibiliza o Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) em São
Paulo (SP), para agendar o reparo em concessionário credenciado, pelo e-mail
sactriumph@europ-assistance.com.br ou pelo telefone (11) 0800-727-2025, de
segunda a sexta-feira, das 8h00 às 19h00, a partir do dia 31 de dezembro. Os
reparos serão efetuados gratuitamente, em aproximadamente 30 minutos,
informa a fabricante.

Os chassis afetados são:
Modelos: Sprint ST 1050 cc, Speed Triple 1050 cc e Daytona 955i
Ano de fabricação: 2006 Chassis: 264336 a 273309

Modelos: Rocket III e Rocket III Classic
Anos de fabricação: 2006 a 2007 Chassis: 266910 a 294587

Modelos: Sprint ST 1050 cc e Tiger 1050 cc
Anos de fabricação: 2006 a 2008 Chassis: 268404 a 336432

Modelo: Daytona 675
Anos de fabricação: 2006 a 2010 Chassis: 274445 a 367746

Modelo: Daytona 675
Anos de fabricação: 2009 a 2010 Chassis: 403990 a 426669

Modelo: Street Triple
Ano de fabricação: 2008 Chassis: 326039 a 326526

Modelo: Street Triple
Anos de fabricação: 2009 a 2010 Chassis: 380536 a 423228

Fonte: moto.com.br

Honda VFR 1200X Crosstourer já tem nova versão na Europa

A Honda divulgou a nova versão da VFR 1200X na Europa. O modelo, que foi o
último lançamento da montadora no Brasil, já recebeu uma versão limitada com
diferencias em sua pintura e com o novo conjunto de acessórios.

Sua pintura é no estilo "dark" com detalhes pretos e cinza escuros. Os itens
diferenciados aparecem no para-brisa mais alto, proteção tubular para
carenagem e o conjunto de maletas para bagagem. Possui ABS de série e câmbio
eletrônico automatizado com dupla embreagem, assim como no modelo
tradicional.

O seu motor é o mesmo que equipa a esportiva VFR 1200F, porém, com algumas
alterações na performance para ganhar mais torque em baixas rotações. Sua
potência máxima é de 129,2 cv a 7.750 rpm e torque de 12,8 kgf.m a 6.500
rpm. Possui refrigeração líquida e injeção eletrônica.

No Brasil, o lançamento chegou custando RS 79.900 e veio com a proposta de
uma moto aventureira on/off-road. Entrou na briga com outros modelos do
mercado como as maxtrail, Yamaha Super Ténéré 1200, BMW R 1200 GS, Kawasaki
Versys 100 e a Triumph Tiger Explorer. Não há informações da chegada da
edição especial.

Fonte: moto.com.br

BMW faz nova chamada de recall de motos no Brasil

Chamado envolve apenas 56 modelos K 1300 S e K 1300 R - freio dianteiro pode
falhar

A divisão de motocicletas da BMW anunciou nessa quinta-feira (20) um recall
para 56 motos no Brasil. A revisão é para as séries K 1300 S e K 1300 R,
fabricadas entre novembro de 2011 e julho de 2012. Segundo a montadora, os
modelos podem apresentar perda de eficiência no freio dianteiro.

A marca explica que o defeito nas motos pode ocorrer devido a "possibilidade
de entrada de ar no circuito de freio, causando considerável diminuição de
sua eficiência". A BMW ainda alerta, em casos extremos, sobre riscos de
quedas e danos físicos aos ocupantes.

Conforme comunicou a empresa, o problema é resolvido com a aplicação de uma
rede no reservatório de fluido de freio dianteiro. Ainda segundo a BMW
Motorrad, o defeito afeta não afeta o freio da roda traseira e nenhum
acidente decorrente da falha que motivou o recall foi registrado. O reparo,
gratuito, é feito em 30 minutos.

Estão no chamado os modelos com intervalos de chassi entre Z392547 a Z392995
e ZV75390 a ZV85856.

Mesmo defeito, outra moto

Em novembro a BMW convocou 213 motocicletas modelos K 1200 S e K 1200 R no
Brasil para revisar o mesmo componente que influenciou o recall das séries K
1300. A revisão dos modelos ainda está sendo feita. Mais informações podem
ser obtidas através do telefone 0800-707-3578 ou por meio do website
www.bmw-motorrad.com.br.

Fonte: Site IG

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

O MUNDO NÃO ACABOU

É, o mundo não acabou, o que acabou foi um ciclo de 394 anos do calendário maia.

O CALENDÁRIO MAIA - O TEMPO CIRCULAR

O tempo era sagrado para os maias, o calendário seguia uma lógica
circular e não linear, formando ciclos repetitivos que assumiam um
caráter religioso que era fundamental para a organização da sociedade
Maia.

Os maias possuíam dois tipos de calendários em forma de roda
(engrenagem): O Tzolkin era um calendário ritualístico, que tinha a
função de organizar o cotidiano religioso dos maias e o Habb
calendário terrestre (solar), tinha por característica a observação
dos fenômenos físicos do Planeta, como por exemplo, a utilização da
agricultura, o estudo das estações do ano e suas interações, bem como
os fenômenos meteorológicos, ambos totalizando 18.980 dias, formando
um ciclo de 52 anos.

O calendário possuía ciclos diferentes sendo caracterizado da seguinte
forma, o Tzolkin com sua engrenagem menor possuía um ciclo de 13 meses
de 20 dias, completando um ano santo de 260 dias e o Habb possuía um
ciclo que era dividido em 18 meses de 20 dias, mais um período de 5
dias, dando um total de 365 dias formando o ano civil.

Por conseguinte, no prazo de 52 anos, a engrenagem Haab perfaz somente
52 revoluções enquanto o Tzolkin necessita 73 revoluções. No entanto,
dentro de 52 anos, ambas as engrenagens (calendário) completam os
ciclos de 18.980 dias onde é acrescido no final de cada ciclo 13 dias
para compensar os anos bissextos, pois a órbita da Terra ao redor do
Sol não é exata exigindo uma correção no calendário.

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Yamaha anuncia planos para 2015 e Brasil fica de fora

A Yamaha Motor Company anunciou no Japão, o seu novo plano de gestão para os
próximos três anos (2013-2015). A estratégia da montadora é simples e
ambicioso, produzir mais e vender mais, aumentando a lucratividade após o
período que passou se reestruturando. No entanto, nada de novidades foi
anunciado para o mercado brasileiro.

Segundo a montadora, a meta para 2015 é produzir em torno de 9 milhões de
unidades de todos os seus produtos, incluindo motos, quadriciclos, motores
de popa e veículos elétricos, para resultar em lucro de 80 bilhões de ienes,
cerca de 953 milhões de dólares.

Para o aumento da produção, a única novidade foi a confirmação de novos
modelos 250 cilindradas, a exemplo da YZF-R250 que deve estrear no mercado
indiano no início do de 2013 e chega para brigar com a Kawasaki Ninja 300 e
a Honda CBR 250, além do lançamento de um conceito motor com três cilindros.

No que se diz repeito a motocicletas, a montadora japonesa confirmou o
fortalecimento no mercado indiano, nos países do sudeste asiático e em
países desenvolvidos como exemplo dos EUA, onde pretende introduzir novos
modelos e conceitos. Nada foi estimulado e nem sequer comentado sobre o
mercado brasileiro, o quinto maior do mundo.

O mercado de motocicletas está cada dia mais movimentado, diversas
montadoras trabalham no desenvolvimento e lançamento de novos modelos. A
Yamaha não só no Brasil, mas como em todo o mundo está ficando para trás na
briga deste mercado. Pois, além de não cumprir as metas estabelecidas em
2011, (quando prometeu para imprensa um crescimento para 20% nas vendas para
o mercado brasileiro nos próximos anos) ainda esta carente em lançamento de
novos modelos.

Fonte: moto.com.br

Do Brasil aos Estados Unidos de Ténéré 250

A Expedição Américas dos motociclistas José Milton Carvalho, Marcelo Santos
e Rogério Gouveia, que começou no dia 03 de novembro, tem como principal
objetivo percorrer em 50 dias os 13 países: Brasil, Guiana, Venezuela,
Colômbia, Panamá, Costa Rica, Nicarágua, Honduras, Guatemala, El Salvador,
Belize, México e Estados Unidos.

No roteiro sob duas rodas somam-se aproximadamente 31 mil quilômetros de
aventura na companhia das Yamaha XTZ 250 Ténéré, que têm circulado por
diversos terrenos e acelera rumo aos Estados Unidos.

As experiências do grupo, que pretende retornar pra casa antes do natal, até
23 de dezembro, podem ser acessadas no site
www.expedicaoamericastenere250.com.br, que contém detalhes valiosos, como
transporte das motocicletas, manutenção e abastecimento, custos, situação
das pistas em solo estrangeiro, cultura dos povos de cada país, lugares para
descansar, comer e beber, além das visitas imperdíveis. Por meio da
tecnologia GPS, você consegue conferir no site tudo em tempo real, no mapa
aparecem os locais exatos de cada motociclista.

Mais detalhes – Expedição Américas Ténéré 250

Distância: Aproximadamente 31.000 km.
Duração: 50 dias
Saída de Guarulhos: 03 de Novembro de 2012.
Chegada a Guarulhos: 23 de Dezembro de 2012.
Países Percorridos: 13 (treze) – Brasil, Guiana, Venezuela, Colômbia,
Panamá, Costa Rica, Nicarágua, Honduras, Guatemala, El Salvador, Belize,
México, Estados Unidos
Gasolina Consumida: Aproximadamente 1.000 litros (média de 25/litro)
Destinos
Inicio – Guarulhos/SP até Manaús/AM – Avião
1º Etapa: Manaus/Brasil, Venezuela e Colômbia – 3.642 km.
2º Etapa: Colômbia (Avião), Panamá e Costa Rica – 1.101 km.
3º Etapa: Nicarágua, Honduras e El Salvador – 786 km.
4º Etapa: Guatemala – 399 km.
5º Etapa: México – 3.260km.
6º Etapa: México e Estados Unidos – 5.317 km.
7º Etapa: Estados Unidos e México – 6.570 km.
8º Etapa: Belize – 260 km.
9º Etapa: Guatemala – 369 km.
10º Etapa: Honduras e Nicarágua – 847 km.
11º Etapa: Costa Rica e Panamá – 1.101 km.
12º Etapa: Colômbia, Venezuela e Brasil/Manaus – 3.642 km.
13º Etapa: Manaus/AM até Santarém/PA – Barco – 739 km.
14º Etapa: Santarém/PA até Guarulhos/SP – 3.427 km.

Fonte: moto.com.br

ABS obrigatório para motos na Comunidade Europeia em 2016

O Parlamento Europeu aprovou a legislação que prevê para 2016 a
obrigatoriedade da instalação de freios ABS de fábrica para todas as
motocicletas com mais de 125cc. Já as motos com cilindrada entre 51 e 125cc
deverão receber um dispositivo de freios combinados, no estilo do sistema
utilizado nos modelos Honda.

Também passará a ser obrigatória a utilização de um sistema para ativar a
iluminação da moto automaticamente no momento da partida, como norma de
segurança para facilitar a visualização das motos no trânsito.

Outra regra pretende fazer com que os fabricantes desenvolvam algum tipo de
sistema que impeça a manipulação das configurações originais do motor das
motos com a finalidade de aumentar o seu desempenho.

A partir de 2012 as motos também passarão a atender os requisitos da norma
de controle de emissões de poluentes Euro 4 e as motonetas devem seguir
esses mesmos requisitos em 2017. Os limites ficarão ainda mais severos a
partir de 2020 com a implantação da norma Euro 5 para as motos.

Fonte: moto.com.br

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Consultoria

Uma empresa que te diz o que você sabe que tem que fazer, por um preço
que você não ia querer pagar...

---------------------------------

Semana passada fomos em um novo restaurante e percebemos que o garçom
carregava uma colher no bolso de sua camisa, o que era meio estranho.
Quando o auxiliar de garçom nos trouxe água e talheres, percebi que
ele também carregava uma colher no bolso da camisa.

Olhei ao redor e vi que todos os funcionários do restaurante tinham
colheres nos bolsos de suas camisas.

Quando nosso garçom retornou para nos servir o primeiro prato, perguntei-lhe:

- Porque a colher no bolso?

- Bem, ele disse, os proprietários do restaurante chamaram uma
Consultoria para melhorar os nossos procedimentos. Após vários meses
de análises, eles concluíram que a colher é o talher que mais cai no
chão. Isso significa uma freqüência aproximadamente de 3 colheres por
mesa por hora. Se o nosso pessoal estiver mais bem preparado, podemos
reduzir o número de viagens à cozinha para buscar colheres limpas e
isso significa uma redução em 15-homens-hora por turno.

Coincidentemente derrubei minha colher e ele pôde substituí-la de
imediato com a sua colher sobressalente.

- Irei buscar uma nova colher na próxima vez que for à cozinha ao
invés de ir especialmente até lá para essa tarefa, ele disse.

Fiquei muito bem impressionado. Aí percebi que havia um barbante
pendurado para fora do zíper de sua calça. Olhando em volta, vi que
todos os garçons tinham um barbante similar para fora de suas calças.

Antes que nosso garçom se afastasse de nossa mesa, perguntei-lhe:

- Desculpe-me, mas pode me explicar porque você tem um barbante
pendurado bem aí?

- Certamente, ele respondeu.

Aí ele abaixou a voz e disse:

- Não são todos que observam isso. A empresa de consultoria que lhe
mencionei também descobriu que podemos ganhar tempo no banheiro.
Amarrando esse barbante, o senhor sabe, como podemos puxá-lo, sem
encostar 'nele' e isso elimina a necessidade de lavarmos as mãos,
reduzindo o tempo gasto no lavatório em 76.39 %.

- E como é que guarda o dito cujo, após usá-lo, perguntei?

- Bem, ele sussurrou, eu não sei como meus colegas fazem, mas eu uso a colher...

Orgulho Maçônico no Haití

A Ordem Maçônica não veio para fazer conchavos políticos, mas para promover
o bem da humanidade.


Os Maçons do Haiti (de fato o primeiro país a conseguir sua independência na
América, depois das 13 colônias inglesas) mostram um orgulho que gostaríamos
de ver nos nossos.

Num país pobre, sofrido, esmagado pela superstição, pelo analfabetismo e
pelas imensas dificuldades, ainda assim a Maçonaria floresce, quase um
flashback de séculos atrás, sob luz da esperança de que é possível ascender,
mudar, melhorar e evoluir.

Somos a terceira maior Maçonaria do mundo – e nos perdemos em questiúnculas
desprezíveis, em baboseiras jurídicas, em disputas cretinas, em jogo imbecil
de vaidades e ambições por títulos grandiloquentes à falta do devido mérito.

Claques e grupelhos ignoram as lições mais elementares da Instituição que
mudou o mundo e nos legou a tolerância e o moderno sistema de democracia
representativa, resvala na sua busca de poderes inúteis dos que necessitam
de alfaias para para se tornarem alguém.

Vejam nas fotos a pobreza material dos maçons haitianos e riqueza de suas
posturas. São Maçons forjados na adversidade, Irmãos a quem devemos um
profundo respeito.

E aqueles entre nós que "se decepcionam com a Maçonaria", que façam por onde
merecer a condição de Maçons. Não é a Maçonaria que tem de fazer "alguma
coisa". São os Maçons, fazendo ressurgir a Fênix das cinzas.

Motos de alta cilindrada super equipadas são usadas por paramédicos de Londres

A Inglaterra com o seu sistema chamado de NHS (National Health Security) é
reconhecida mundialmente por prestar o mais extenso e efetivo serviço de
saúde pública do mundo. Inclusive, esse tema foi explorado na festa de
abertura das Olimpíadas de Londres que ocorreu em julho/2012. É orgulho do
país.

O Governo inglês investiu em novas motocicletas para serem usadas por
paramédicos de hospitais públicos, a idéia é dar a eles agilidade em
atendimentos urgentes, visto o intenso trânsito da cidade, com a motocicleta
eles chegam mais rápidos nas ocorrências e podem dar os primeiros
atendimentos, até que a ambulância chegue no local.

Todas as motocicletas dos paramédicos transportam equipamentos especiais
como desfibrilador e outros equipamentos salva-vidas. Esses profissionais
são sempre vistos também nas estradas do país, circulando e ajudando pessoas
em acidentes ou em urgências. No Brasil, também existem paramédicos
motorizados com motos, prestando ajuda e apoio em emergencias, mas, ainda
não usam essas ai da foto e seus salários são bem inferiores. A indignação é
saber que com o dinheiro arrecadado pelo governo brasileiro, se não fosse a
corrupção institucionalizada, poderíamos ter motos e salários desses
profissionais, idênticos aos dos ingleses.

Fonte: Policarpo Jr - RockRiders.com.br

Honda Goldwing F6B 1832cc é lançada na Europa e EUA

No exterior custa US$ 21.000... (Isso mesmo, 21 mil!!!!!!)

Com design e cores mais atrativas que a tradicional Goldwing, a F6B é um
pouco mais baixa e não vem com o top-case traseiro. Vem equipada com ABS
combinado e um ótimo sistema de sonorização.

A transmissão é de cinco velocidades com reverso elétrico (ré). O computador
de bordo é completo, as malas laterais são 100% impermeáveis, vem com porta
luvas, capacidade de 25 litros de combustível e custa nos EUA o modelo
Deluxe (mais caro) apenas 21 mil dólares. No Brasil não há previsão se a
moto será comercializada pela rede de concessionárias da Honda.

Fonte: RockRiders.com.br

Honda VFR 1200X Crosstourer chega com preço de R$ 79.900

A Honda VFR 1200X Crosstourer chega ao mercado nacional pelo preço sugerido
de R$ 79.900. Representante da categoria "Big On Off Touring", o modelo
chega às concessionárias da marca no país como novo modelo importado e com
grandes atributos para atrair os motociclistas que buscam uma moto para uso
misto ou trajetos de longa distância com boas respostas de desempenho,
conforto e segurança.

A VFR 1200X Crosstourer vem equipada com motor V4 de 1.236,7 cm³ potência de
129,2 cv a 7.750 rpm, e torque de 12,8 kgf.m a 6.500 rpm, além do
diferencial do sistema de transmissão eletrônica de dupla embreagem (DCT –
Dual Clutch Transmission), oferecendo opção de controle manual ou totalmente
automático.

A motocicleta também é equipada com o sistema de controle de tração TCS que
juntamente com os freios C-ABS permite uma pilotagem com maior nível de
segurança em qualquer terreno.

A VFR 1200X Crosstourer entra para o line-up dos modelos das revendas Honda
Dream, que abrangem motocicletas acima de 450cc. Disponível nas cores branca
perolizada e vermelha metálica, na versão DCT. A garantia é de um ano, sem
limite de quilometragem.


Fonte: moto.com.br

Capacete envia pedido de socorro em caso de acidente

Uma invenção inovadora promete ajudar as pessoas que se acidentarem enquanto
praticam esportes ou no lazer com motocicleta, bicicleta, moto aquática,
entre outros.

Por meio de um capacete dotado com sensor de movimento e um aplicativo para
Smartphone é possível enviar uma mensagem automática de socorro.

O equipamento funciona assim: ao sinal iminente de queda, pela dinâmica de
um movimento brusco, por exemplo, o sensor no capacete dispara uma mensagem
pelo celular dando informações importantes da pessoa com a indicação de sua
posição por GPS.

Se o acidente não tiver maiores consequências, basta a pessoa desativar a
contagem regressiva (30 segundos) acionada no celular para cancelar o envio
da mensagem de resgate.

Segundo os desenvolvedores do Crash Sensor, da IceDOT, o invento já passou
por vários testes e deve ser lançado no mercado americano já em 2013.


Fonte: moto.com.br
-------------------

Moto aquática!?!?!? Como o celular vai fazer a ligação com o piloto
debaixo dágua?????????

BMW R 1200 GS sai de fábrica com Pneus Continental ContiTrailAttack 2

Segundo a BMW a escolha foi devido a performance...

Quando a BMW R 1200 GS está totalmente carregada para viagem, é uma máquina
de peso elevado. Visando segurança, confiabilidade e alta qualidade, mesmo
em altas velocidades, a marca bavária optou por equipar de fábrica o modelo
com pneus da Continental, modelo ContiTrailAttack 2.

A escolha pela BMW para pneus de equipamento original são rigorosas:
condução precisa, elevada estabilidade, durabilidade e excepcionais
características de dirigibilidade em pisos molhados. Segundo a BMW
Motorrada, o ContiTrailAttack 2 tinha que atender a toda essa gama de
exigências.

Os engenheiros da Continental desenvolveram um novo composto tecnológico
para permitir uma excelente aderência em todas as condições de tempo. O
design do perfil do pneu também teve um importante papel para o seu
comportamento em condições molhadas. O ContiTrailAttack 2 apresenta o
desenho progressivo "New Edge", que oferece excelente absorção em condições
de chuva, um padrão uniforme de desgaste e um baixo ruído de rolamento.

A tecnologia Continuous Compound é responsável pela contínua e harmoniosa
mudança no ângulo de inclinação. Ela entrega uma pegada uniforme e
progressiva com um simples composto de borracha. Essa tecnologia é baseada
na temperatura controlada do calor dos pneus em produção. Outro destaque é o
fato de que os pneus ContiTrailAttack 2 também contam com a exclusiva
tecnologia Traction Skin, que permite uma rodagem extremamente segura. A
superfície rugosa do pneu quando novo é um indicador disso.

Fonte: RockRiders.com.br

--------------

E ocês ficam falando que o pneu Continental é fuleiro...

Harley-Davidson entre as marcas mais valiosas do mundo

A fabricante americana de motocicletas Harley-Davidson aparece entre as 100
marcas mais valiosas do mundo, segundo ranking anual da Interbrand, maior
consultoria estratégica de marcas do mercado e responsável pelo relatório
The Best Global Brands.

Com mais de 100 anos de atuação no mercado das duas rodas, a Harley-Davidson
desponta na 96º posição, sendo a única marca de motos na edição 2012 do
ranking e figurando junto com mega marcas globais como Coca-Cola (1º lugar)
e de superpotências da informática como Apple, IBM e Microsoft.

A reestruturação da Harley-Davidson nos últimos anos é apontada pelos
especialistas como o principal fator para a valorização da marca. Fazem
parte dessa estratégia a expansão da empresa para novos mercados, como
países da América Latina e Ásia, e seu afastamento nas operações da Buell e
MV Agusta.

Fonte: moto.com.br

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Dos Serviços de inteligência das Forças Armadas: As viagens de Rose sem Lula a Europa para negociar diamantes em negócios ocultos da cúpula petralha na África, principalmente Angola

Inteligência militar revela que Rose era a "mulher invisível" que negociava
diamantes africanos na Europa

Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Leia também o site Fique Alerta – www.fiquealerta.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Exclusivo – O Rosegate revela mais duas bombas. Não existem registros nos
anais da FAB de viagens internacionais feitas por Rosemary Novoa Noronha nos
aviões da Presidência da República, embora a ex-chefe do gabinete paulista
de Dilma tenha viajado 24 vezes ao exterior com o amigo e chefe Lula. Por
tal informação, passada reservadamente pela inteligência das Forças Armadas
ao Procurador Geral da República, Roberto Gurgel, a "Doutora Rose" seria a
"mulher invisível" que trabalhava para Lula.

Outro bomba. Rosemary utilizava um passaporte exclusivo de membros do
primeiro escalão governamental para viagens de negócio ao exterior que fazia
sem a presença do amigo Lula. Serviços de inteligência das Forças Armadas
receberam informes de que Rose participaria de negócios com diamantes em
pelo menos cinco países: Bélgica, Holanda, França, Inglaterra e Alemanha. As
pedras preciosas seriam originárias de negócios ocultos feitos pela cúpula
petralha na África, principalmente Angola. Tal informação também foi passada
à PGR pelos militares.

Foram detectadas dezenas de viagens não-oficiais de Rosemary ao exterior,
para "passeios de negócios". O passaporte especial a denunciou. Foram 23
para a França. Para Suíça, ocorreram 18, por via terrestre, partindo de
Paris, e mais quatro por via aérea. Rose também fez 12 deslocamentos de
avião para a Inglaterra. Outras sete viagens para o Caribe e os Estados
Unidos, aconteceram de navio – de acordo com a inteligência militar
brasileira.

Tais informações sigilosas sobre o Rosegate não aparecem nas 600 páginas do
inquérito da Operação Porto Seguro. Militares também estão checando o
informe, que circula pela internet, de que, numa viagem de Lula a Portugal,
Doutora Rose teria levado, na mala diplomática, 25 milhões de Euros. O
valor, que teria sido declarado à receita portuguesa, seguiu em carro forte
para depósito na agência central do Banco Espírito Santo, na cidade do
Porto.

Como os documentos sobre tal operação estariam arquivados na Aduana do
aeroporto internacional Francisco de Sá Carneiro, a petralhada morre de medo
que se confirme o informe do e-mail denúncia – segundo o qual Rose mandou
fazer o depósito tendo Luiz Inácio Lula da Silva como o possível
beneficiário de um seguro que fora feito para evitar "algum sinistro" com
tanto dinheiro.

Diante de novas denúncias que surgem com o Rosegate, o Procurador Geral da
República, Roberto Gurgel, se prepara para pedir, a qualquer momento, a
quebra dos sigilos bancário, fiscal e telefônico de Luiz Inácio Lula da
Silva & Família. A solicitação é um desdobramento do julgamento do Mensalão
e servirá para alimentar de informações o Processo Investigatório 2.474.
Correndo em segredo de Justiça no Supremo Tribunal Federal, desde 2007, com
77 volumes de fatos concretos, o trabalho investiga as relações de negócios
entre o PT, o Banco BMG, e o mito Lula.

Gurgel quer saber como e onde Lula aplica os recursos que recebe nas
palestras que vem dando no Brasil e no exterior. O Instituto Lula também
pode ser alvo do Procurador, para saber quem são as pessoas físicas e
jurídicas que andam financiando as atividades políticas de Lula. A maior
preocupação do ex-presidente é com a Polícia e a Receita Federal. Lula foi
informado de que servidores fora do controle do Governo – mas agindo dentro
da lei e do dever de ofício – teriam informações comprometedoras sobre ele e
seus filhos.

Se tudo vier à tona, o processo do Mensalão vai parecer roubo de galinha no
quintal do vizinho mais próximo...

De onde vêem os Bebês????

Só não mostrou o que aconteceu exatamente no momento da explosão...

Legal os detalhes de que o tempo vai esquentando e a mulher vai
tirando o capuz/luvas/botas...

Pense no trabalho que deu ir no posto de tempos em tempos...

Very cool!!!!

FELIZ NATAL - PRESEPIO

Ho.... Ho.... Ho....

MV Agusta Rivale 800: Nova esportiva italiana

O modelo Supermotard Rivale 800 da MV Agusta causou grande furor no 70º
EICMA salão de motos de Milão, na Itália, no mês de novembro. Com projeto
desenvolvido com base na naked Brutale 800, a nova esportiva da fábrica de
Varese deve agitar as vendas da marca no mercado europeu a partir do segundo
semestre de 2013. O preço sugerido anunciado para o modelo é de 11 mil euros
(cerca de R$ 28 mil).

Segundo a fabricante, o lançamento da Rivale 800 expressa toda a essência de
uma autêntica motocicleta italiana, esbanjando com design, estilo e detalhes
de acabamento que fazem a diferença. Um modelo que tem forte apelo para
atingir o público jovem.

O painel foi projetado com display multifuncional digital monocromático.
Detalhes no sistema de iluminação com led na dianteira e na traseira dão um
ar futurista à Rivale 800. Os espelhos retrovisores acompanham as linhas e
contornos da moto. Além de bem desenhados eles são retráteis, para permitir
uma pilotagem esportiva nas estradas ou em pista.

Baseado no conceito esportivo, a Rivale 800 tem uma posição de pilotagem
mais ereta. O motor é um três cilindros de 798cc desenvolve potência de 125
cavalos e possui três modos de condução e oito regulagens de tração para
melhor adaptar o modelo às necessidades do piloto e condições de superfície.
O peso anunciado para o modelo é de 175 kg.

O chassi da Rivale 800 é o mesmo da Brutale, com a diferença no sistema de
suspensões que ganharam curso maior, além de possuir um conjunto que permite
realizar diferentes níveis de regulagens. Para proporcionar frenagens e
transmitir maior segurança, a moto conta com sistema de freios com dois
discos na dianteira de 320 mm de diâmetro e disco de 220 mm na traseira.

Em função da estratégia de lançamento da Rivale 800 em outros mercados fora
da Europa, a expectativa é que novo modelo da MV Agusta chegue ao Brasil
apenas em meados de 2014.

Fonte: moto.com.br

Confira teste realizado com a aventureira Triumph Tiger 800XC

A inglesa que veio competir com as motos alemãs e japonesas...

A Triumph para quem não sabe é uma das marcas de motociclets mais antigas do
planeta, em 2012, completou 110 anos de existência. Na Inglaterra, seu país
de origem, é líder absoluta na venda de motos de média e alta cilindrada.

Na categoria das Big Tails em seu país, também tem a preferência dos
motociclistas. Agora está disponível no Brasil, através da entrada da
empresa oficialmente no mercado brasileiro. É a única do segmento com motor
de três cilindros.

O jornalista e motociclista Rafael Miotto, profissional atuante no site de
notícias da Globo, o G1, fez uma excelente reportagem e teste de pilotagem
na Triumph Tiger 800XC, leia a matéria completa clicando aqui.

Fonte: RockRiders.com.br

Medida sem cabimento: congresso avalia proposta de pistas exclusivas para motos

É impressionante a falta de embasamento técnico dos políticos para com os
motociclistas...

O uso de uma moto visto pelo poder público é como se fosse uma arma, algo
prejudicial a saúde, a segurança, aos cofres públicos e a sociedade em
geral.

Motociclistas são vistos por políticos como se fossem "pessoas fora da lei",
palhaços, irresponsáveis que devem sofrer com "medidas do estado" que visam
os expurgarem ou o separarem dos demais "seres da sociedade".

Chegamos a essas conclusões analisando as medidas que a todo momento são
tratadas pelos políticos. Será que é tão difícil enchergarem que o problema
está exclusivamente na educação pública de má qualidade, nas péssimas vias e
rodovias e no conceito zero do que é cidadania? Porque os políticos antes de
criarem leis para motociclistas, não estudam os mesmos, não recorrem as
inúmeras associações que existem e representam o setor? Porque tentar criar
algo sem embasamento técnico, sem saber do que se trata, sem diferenciar os
diversos usuários de motocicletas?

Sempre a mesma balela, medidas esdruxulas que o estado quer aprovar a
respeito do uso de motocicletas, tudo proveniente da incompetência pública
em gerir o país com segurança, educação de qualidade e seriedade. Até quando
a sociedade brasileira vai ficar passiva e não enchegar que é ela a
responsável por tudo isso? O país é realmente democrático? Quem vota e elege
os políticos?

O Projeto de Lei 346/2012 do senador Jorge Viana (PT/AC) prevê a construção
de pistas especiais para os veículos de duas rodas nas grandes cidades
brasileiras e diz que a responsabilidade pela construção dessas vias será
dos órgãos e entidades executivos de trânsito do município.

O projeto que modifica o Código de Trânsito Brasileiro (CTB – Lei
9.503/1997) para atribuir aos órgãos de trânsito municipais para garantir a
implantação de sistemas especiais de circulação e de controle de tráfego foi
aprovado pela Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI) e agora está sendo
examinado pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), em
decisão terminativa.

Segundo o relator da matéria, senador Marco Antônio Costa (DEM/TO), as
medidas propostas vão contribuir para reduzir os conflitos entre motoristas
de diferentes tipos de veículos que disputam espaço nas vias e,
consequentemente, diminuir os acidentes.

A proposta ainda prevê multa para os motociclistas que transitar fora da
pista reservada, assim como aos motoristas de outros veículos que invadir a
pista destinada às motocicletas, salvo para acesso a imóveis com limite
localizado em tal via ou para fazer conversão à direita.

O projeto inicial de Jorge Viana previa também redução do limite máximo de
velocidade para as motocicletas. Em rodovias, a velocidade máxima de 110
km/h seria aplicada apenas aos automóveis e camionetas, e as motocicletas
teriam o limite de 80 km/h.

Por emenda, o relator preservou o limite de velocidade estabelecido pelo
CTB, que é fixado de acordo com fundamentos técnicos que levam em conta as
condições de trânsito e as peculiaridades de cada via.

Ao apresentar a proposta, Jorge Viana ressaltou o crescimento "vertiginoso"
da frota de motocicletas brasileira, assim como o número de acidentes
envolvendo esses veículos.

De 1998 a 2010, informou, a frota nacional de automóveis cresceu 166%,
enquanto que a de motocicletas, 491%.

De 1998 a 2010, o número de acidentes fatais cresceu 610%. Oitenta por cento
das vítimas têm de 15 a 39 anos de idade. Os motociclistas também se
destacam como o principal grupo com gastos hospitalares do Sistema Único de
Saúde (SUS).

Dos R$ 187 milhões gastos pelo SUS em 2010 com consequências de acidentes em
transporte terrestre, observou o senador, R$ 85,5 milhões foram para casos
envolvendo motocicletas.

O senador José Pimentel (PT/CE) destacou que no seu estado os vaqueiros
estão substituindo o cavalo ou burro por motocicletas. Em sua avaliação, a
proposta vai amenizar a "epidemia" de acidentes de motocicleta que atinge os
brasileiros.

Fonte: Texto por Policarpo Jr - RockRiders.com.br, com notícia veiculada
pelo poder público.

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Nova KTM 990 Adventure disponível no primeiro mundo

A máquina é rainha do Off Road...

A nova KTM 990 Baja está disponível nos EUA.

A máquina austríaca é a rainha do mundo off-road das motos. Mesmo com a
maior participação do mercado da linha GS da alemã BMW, as KTM reinam em
absoluto nas provas do Dakar internacional por mais de uma década.

No Brasil devido a marca ainda não ter acordado para o potencial do mercado
no país e seus representantes trabalharem com pouco profissionalismo, poucos
são os proprietários de motos da KTM. Nos mercados europeu e da américa do
norte, a marca é consagrada como moto off road de primeira linha.

Essa nova KTM Adventure 990 Baja, inclui de série carenagens com design
exclusivo, quadro pintado de laranja, luzes auxiliares em led, assento
revestido diferenciado, proteção de radiador em alumínio, suporte para GPS e
suspensões totalmente ajustáveis. Tem 116 cavalos de potência.

Esse novo modelo só está disponível nos EUA. Na Europa a novidade é a KTM
1190 Adventure, que por algum motivo não foi para o mercado americano. E no
Brasil? Bom, por aqui nenhuma novidade da KTM. Quem agradece sãs as irmãs
europeias BMW e Triumph.

Fonte: RockRiders.com.br

-------------------------------

agradei bem...

Luiz Gonzaga paramentado

O Rei do Baião - Gonzagão
Luiz Gonzaga – Mestre Maçom

O Rei do Baião, Luiz Gonzaga, Pernambucano de Exu-PE, iniciou na Maçonaria
no dia 03 de abril de 1971, na Augusta e Respeitável Loja Simbólica
Paranapuan nº 1477, Oriente da Ilha do Governador, do Rito Moderno ou
Francês.

No dia 14 de dezembro de 1971, foi Elevado ao Grau de Companheiro Maçom e no
dia 05 de dezembro de 1973, foi Exaltado ao Grau de Mestre.

Nos Graus Filosóficos iniciou no Grau 04, no dia 10 de agosto de 1984, no
Sublime Capítulo Paranapuan, jurisdicionado ao Supremo Conselho do Brasil do
Rito Moderno. A música Acácia Amarela foi composta em 1981.

O Irmão Luiz Gonzaga achou oportuno fazer uma homenagem a Maçonaria e
elaborou a letra e o tema musical. O Irmão Orlando Silveira deu algumas
sugestões e harmonizou a melodia. Encerrado os trabalhos a música foi
incluída no CD "O Eterno Cantador" do selo BMG-RCA, com arranjo de Orlando
Silveira e vocal de Luiz Gonzaga.

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Saiba quais foram as 10 motos mais roubadas do Brasil em 2012

A ordem da lista das mais roubadas leva em conta apenas o número de casos,
sem considerar a frota de cada veículo para gerar um ranqueamento
proporcional. Assim, a Honda CG 125 e a CG 150, duas das motocicletas mais
vendidas no Brasil, aparecem sempre no topo. Vale lembrar que quase 97% das
motos comercializadas no país são de até 150cc.

Dentre as motos mais utilizadas por leitores do RockRiders.com.br, maioria
acima de 400cc, na lista das mais roubadas está a Falcon 400. Sem dúvida,
esse motivo faz com que a moto que a Honda há pouco retornou as vendas no
país, tenham as vendas por aqueles que viajam reduzidas, já que o valor do
seu seguro é bem alto (proporcionalmente ao valor da moto).

A Honda domina a lista das dez mais (veja abaixo) porque é a marca que
domina o mercado -de acordo com números da Federação Nacional da
Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave, 79,6% das motos vendidas de
janeiro a novembro são dela.

Os dados são da Confederação Nacional das Empresas de Seguros (CNseg). Para
estabelecer o ranking, a entidade se baseou no banco de dados do
Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).

Fonte: RockRiders.com.br

União Europeia aprova freio ABS obrigatório a partir de 2016; Brasil tem projeto para 2014

KTM 125 Duke 2013 será primeira do mundo a oferecer ABS com esta cilindrada

O Parlamento Europeu, Poder Legislativo da União Europeia, havia aprovado no
último dia 20 de novembro a obrigatoriedade de freios ABS em motos com mais
de 125cc a partir de 2016. A medida foi ratificada hoje pelo Conselho
Europeu de Ministros, o que significa que está definida a adoção da nova
regra em 1º de janeiro de 2016. "Além de melhorar a segurança, a unificação
da legislação européia reduzirá custos para a indústria", avaliou Antonio
Tajani, vice-presidente da Comissão Europeia responsável pela Indústria.
Além do ABS para motos com mais de 125cc, a nova lei prevê que os veículos
de menor cilindrada (51 a 125cc) terão de contar com sistema CBS de frenagem
com acionamento combinado das duas rodas.

No Brasil, o projeto de lei 195/2012 do senador Cyro Miranda (PSDB-GO) prevê
a adoção do sistema de freios ABS nas motos a partir de 2014. Aprovado pela
Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania no último dia 13 de setembro,
o projeto inclui as motocicletas na resolução nº 380 do Contran, de 28 de
abril de 2011, que determinava a futura adoção do sistema pelos automóveis,
mas não mencionava veículos de duas rodas. Também entre os maiores mercados
mundiais de motocicletas, a Itália é outro país que está se movimentando com
uma legislação própria para adiantar o processo de adoção do ABS. Ainda
neste mês o parlamento italiano se manifestará sobre um projeto que tornará
obrigatória a existência de versões opcionais com ABS para todos os veículos
a partir de 125cc, com efeito imediato.

Fonte: duasrodasonline.com.br

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Motoxerox

Margarida Neide | Ag. A TARDE

Sotero criou o serviço móvel de fotocópia para ajudá-lo a ter o pão do cada
dia

O inventor de geringonças Sotero Nascimento usa a criatividade para driblar
a falta de emprego formal. Ele investiu todo seu patrimônio (uma moto e uma
fotocopiadora) em um projeto inusitado para ganhar dinheiro: o motoxerox ou
serviço móvel de fotocópia.

A invenção tem dado certo. Ele acomodou o equipamento sobre a garupa da
motocicleta, adaptou alguns fios, ligando-os ao motor do veículo, e oferece
o serviço próximo a órgãos públicos.

Há cerca de três semanas, ele fixou ponto na porta da Transalvador, nos
Barris, para sorte de quem vai registrar uma ocorrência, pois o equipamento
da autarquia está quebrado há mais de um mês. Por uma cópia simples ele
cobra R$ 0,80.

O serviço tem sido útil ao público que não precisa se deslocar até o
shopping para copiar documentos, mas o preço é alvo de muitas críticas.
"Parece caro, mas não é. Não estão pagando apenas pela cópia, mas pela
invenção e pela comodidade. Ninguém é obrigado a xerocar aqui. Os que
quiserem pagar mais barato, têm a opção de fazer em um lugar mais longe".

Segundo Sotero, o custo para manter o equipamento funcionando também é
bastante alto, já que precisa deixar a motocicleta ligada. Apesar das
reclamações, ele garante que efetua, em média, 170 cópias por dia.

"Acho caro, mas vale pela pressa. Quem não quer perder tempo com
deslocamento paga, pois são poucos documentos. Não onera tanto", rebateu o
comerciante Gilvan Oliveira.

O inventor já ofereceu o mesmo serviço nas imediações do Detran, SAC
Comércio, Coelba Itapuã, além de algumas delegacias e da Receita Federal.

Ameaças - Há pouco mais de dois anos atuando como "copiador autônomo",
Sotero já sofreu perseguições em outros lugares por onde passou. "Vou para
onde tem demanda. O problema é que muitas vezes incomodo os donos das
copiadoras da região e sofro perseguição e até ameaça pela disputa de
cliente".

Sem concorrente por perto, a polêmica agora é outra: como a copiadora da
Transalvador está quebrada, muitas pessoas acusam o órgão de lucrar com o
serviço do motoxerox. "Isso não existe", garante a chefe do setor de
ocorrência, Lígia Costa.

Motoxerox

Margarida Neide | Ag. A TARDE

Sotero criou o serviço móvel de fotocópia para ajudá-lo a ter o pão do cada
dia

O inventor de geringonças Sotero Nascimento usa a criatividade para driblar
a falta de emprego formal. Ele investiu todo seu patrimônio (uma moto e uma
fotocopiadora) em um projeto inusitado para ganhar dinheiro: o motoxerox ou
serviço móvel de fotocópia.

A invenção tem dado certo. Ele acomodou o equipamento sobre a garupa da
motocicleta, adaptou alguns fios, ligando-os ao motor do veículo, e oferece
o serviço próximo a órgãos públicos.

Há cerca de três semanas, ele fixou ponto na porta da Transalvador, nos
Barris, para sorte de quem vai registrar uma ocorrência, pois o equipamento
da autarquia está quebrado há mais de um mês. Por uma cópia simples ele
cobra R$ 0,80.

O serviço tem sido útil ao público que não precisa se deslocar até o
shopping para copiar documentos, mas o preço é alvo de muitas críticas.
"Parece caro, mas não é. Não estão pagando apenas pela cópia, mas pela
invenção e pela comodidade. Ninguém é obrigado a xerocar aqui. Os que
quiserem pagar mais barato, têm a opção de fazer em um lugar mais longe".

Segundo Sotero, o custo para manter o equipamento funcionando também é
bastante alto, já que precisa deixar a motocicleta ligada. Apesar das
reclamações, ele garante que efetua, em média, 170 cópias por dia.

"Acho caro, mas vale pela pressa. Quem não quer perder tempo com
deslocamento paga, pois são poucos documentos. Não onera tanto", rebateu o
comerciante Gilvan Oliveira.

O inventor já ofereceu o mesmo serviço nas imediações do Detran, SAC
Comércio, Coelba Itapuã, além de algumas delegacias e da Receita Federal.

Ameaças - Há pouco mais de dois anos atuando como "copiador autônomo",
Sotero já sofreu perseguições em outros lugares por onde passou. "Vou para
onde tem demanda. O problema é que muitas vezes incomodo os donos das
copiadoras da região e sofro perseguição e até ameaça pela disputa de
cliente".

Sem concorrente por perto, a polêmica agora é outra: como a copiadora da
Transalvador está quebrada, muitas pessoas acusam o órgão de lucrar com o
serviço do motoxerox. "Isso não existe", garante a chefe do setor de
ocorrência, Lígia Costa.

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Simpsons e Maçonaria (Stonecutters)

Primeira vez ao ar: Domingo, 8 de Janeiro de 1995 na FOX

Autor: John Swartzwelder
Diretor: Jim Reardon
Convidados: Patrick Stewart (#1)
Código: 2F09

Homer tem problemas com um encanador no serviço e começa a notar que
Lenny e Carl têm muitos privilégios misteriosos no trabalho. Lenny
fica dando dicas que eles fazem parte de um segredo. Homer os segue
uma noite quando eles vão ao seu local secreto de reunião.
Todos os homens de Springfield que ele conhece estão lá. Lenny
escorrega que eles são os Stonecutters ("Cortadores de Pedra") e o
Homer quer se tornar um membro. Ele descobre que Abe também é um
membro, o que significa que ele pode facilmente se tornar um membro.
Eles o iniciam com rituais dolorosos e ele se torna o membro no. 908.
Como um Cortador de Pedra, o encanador conserta rapidamente o
vazamento em seu porão e ele também consegue uma nova vaga de
estacionamento no trabalho. Quando eles comemoram uma grande ocasião e
Homer desrespeita o pavimento sagrado. Como resultado ele é expulso do
clube e eles tomam suas roupas. Quando estão despindo-o descobrem uma
marca de nascença, que significa que ele é o escolhido. Começam a
adorá-lo e o deixam vencer nos jogos de baralho. De repente a vida se
torna sem sentido e muito fácil. Losa recomenda que ele comece a
ajudar pessoas na comunidade usando sua nova autoridade. Os Cortadores
de Pedra não gosta de ajudar pessoas, então eles formam uma nova
sociedade secreta, os "Não Homers". Sendo o último Cortador de Pedra,
Homer começa a se sentir solitário. Marge o faz ver que ele é parte de
um clube muito mais exclusivo: a família Simpson.

Crosscage: Moto movida a Hidrogênio

A Suzuki anunciou seu conceito de moto hidrogênio na Tokyo Motor Show em
novembro, a boa notícia é que eles estão prontos para colocar esta moto não
convencional em produção. A moto conceito Crosscage é uma moto composta por
uma simples célula de combustível, compacta, leve e refrigerada a ar.

Neste sistema também é composto por uma célula de combustível e por uma
bateria secundária de alto desempenho, que reunidas em conjunto podem
oferecer um ótimo controle opcional de potência.

Uma unidade de célula de combustível da empresa especializada britânica
Intelligent Energy proporciona ativação rápida, com baixo consumo de
combustível, e uma bateria de lítio-íon combina segurança com baixo impacto
ambiental.

A simplicidade compacta e a leveza dessas tecnologias não só faz com que a
Crosscage seja menos agressiva ao meio ambiente, mas também facilita criar
um estilo esportivo que vem tradicionalmente junto com o nome da Suzuki.

Esta moto foi desenvolvida em conjunto com a empresa Britânica de Energia
Inteligente, que possui em sua estrutura usinas de geração de hidrogênio
capazes de desenvolver células de combustível de classe mundial, não só
células, mas também processamento de combustível, dessulfuração e
tecnologias de geração de hidrogênio.

Com o resultado deste programa britânico você será capaz de fazer o seu
próprio hidrogênio em casa. Facilitando o acesso desta moto até um showroom
mais próximo de você em um futuro mais próximo ainda.

Fonte: moto.com.br

Formação de motociclistas no Brasil pode ter obrigatoriedade de simulador em 2013

A coordenadora-geral de Qualificação do Fator Humano no Trânsito, do
Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), Cristina Hoffmann, disse hoje
(6) que o governo está preocupado com os altos índices de acidentes
envolvendo motociclistas e que já há estudos para alteração dos cursos de
formação de condutores. Também pode haver obrigatoriedade do uso de
simulador de direção para veículos de duas rodas, já no final do ano que
vêm.

A dirigente acredita que a falta de conscientização dos condutores é um dos
fatores que contribuem para a elevação do índice de acidentes envolvendo
motociclistas. Na última segunda-feira (05), o Seguro Obrigatório de Danos
Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres (Dpvat)
divulgou que 69% das indenizações pagas entre janeiro e setembro foram
destinadas a acidentes envolvendo motocicletas.

Segundo ela, as campanhas promovidas pelo governo são iniciativas
importantes, mas alerta que é preciso o envolvimento de toda a sociedade
para a solução do problema. "É necessário que cada um pense sobre seu
comportamento no trânsito. O condutor tanto de carro quanto de moto tem que
entender que é responsável pelos seus atos".

"O primeiro passo do governo para tentar reduzir os acidentes foi a
regularização da profissão de mototáxi e motofrete", contou a coordenadora.
Com a medida que regulamenta a profissão, motociclistas têm que participar
de curso de capacitação de 30 horas, que inclui gestão do risco sobre duas
rodas, segurança e saúde, transporte de pessoas e transporte de cargas.

Fonte: Site Ultimanoticia.com.br.

Aniversário da Ada Lovelace

Hoje é o 197o aniversário de Ada Augusta Byron King, condesa de Lovelace.

Considerada a primeira programadora da história da Informática,
programou para Charles Babbage e sua máquina analítica.

Filha legítima do poeta Lord Byron, nascida em 10 de Dezembro de 1815
em Londres, na Inglaterra, viveu uma vida modelo para as senhoras da
corte inglesa do começo do século XIX. Seu pai nunca a viu antes de
completar o primeiro ano.[2]

Casada aos vinte anos, assumiu o nome do marido e o título de
condessa, tornando-se a Condessa de Lovelace, a Sra. Augusta Ada King.
E com o nome de Ada Lovelace entrou para a história como a primeira
programadora.

Durante um período de nove meses entre os anos de 1842 e 1843, Ada
Lovelace criou um algoritmo para o cálculo da sequência de Bernoulli
usando a máquina analítica de Charles Babbage.

Ada foi uma das poucas pessoas que realmente entenderam os conceitos
envolvidos no projeto de Babbage e durante o processo de tradução de
uma publicação científica italiana sobre o projeto de Babbage incluiu
algumas notas de tradução que constituem o primeiro programa escrito
na história da humanidade.

Em 1980, o Departamento de Defesa dos EUA registrou a linguagem de
programação Ada, em sua homenagem.[2]

Ada faleceu em Londres no dia 27 de Novembro de 1852, aos 36 anos, de
câncer de útero, deixando dois filhos e uma filha, conhecida como Lady
Anne Blunt. Em 1953, cem anos depois da sua morte, a máquina analítica
de Babbage foi redescoberta e seu projeto e as notas de Ada entraram
para história como o primeiro computador e software, respectivamente.

fonte: Wikipédia

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Vendas de motocicletas têm queda de 9% no mês de novembro

Segundo o relatório mensal da Fenabrave (federação das concessionárias), as
vendas de motocicletas apresentaram queda de 9,62% em novembro, com 121.782
unidades comercializadas em comparação com o mês de outubro, quando foram
negociadas 134.737 unidades.

Comparando com o resultado de vendas de motos em novembro de 2012, com o
mesmo mês do ano passado, o resultado é negativo, houve uma queda de 26,93%,
quando foram emplacadas 166.664 unidades.

Se compararmos o acumulado do ano o resultado também não foi positivo. As
vendas de motos tiveram queda de 14,17%. Foram 1.499.509 unidades
comercializadas no período de janeiro a novembro de 2012, contra 1.747.025
no mesmo período de 2011.

A projeção da Fenabrave no setor de duas rodas ficou abaixo do esperado para
o acumulado do ano. O número esperado para o segmento das motocicletas até
novembro era de 1.707.754 unidades e fechou em apenas, 1.499.509
motocicletas comercializadas.

Confira as 10 motocicletas mais emplacadas no mês de novembro

1 Honda CG 150 – 29.579 unidades
2 Honda Biz 125 – 18.621 unidades
3 Honda CG 125 – 16.684 unidades
4 Honda NXR 150 – 16.257 unidades
5 Honda Pop 100 – 7.456 unidades
6 Yamaha Factor 125 – 4.991 unidades
7 Honda CBR 300R – 4.027 unidades
8 Honda XRE 300 – 2.610 unidades
9 Yamaha Crypton 115 – 2.589 unidades
10 Yamaha Fazer 250 – 1.908 unidades

Fonte: moto.com.br

ARTE DE NEGOCIAR!!!

PAI - escolhi uma ótima moça para você casar.
FILHO - Mas, pai, eu prefiro escolher a minha mulher.
PAI - Meu filho, ela é filha do Bill Gates...
FILHO - Bem, neste caso, eu aceito.

Então, o pai negociador vai encontrar o Bill Gates.
PAI - Bill, eu tenho o marido para a sua filha!
BILL GATES - Mas a minha filha é muito jovem para casar!
PAI - Mas este jovem é vice-presidente do Banco Mundial...
BILL GATES - Neste caso, tudo bem.

Finalmente, o pai negociador vai ao Presidente do Banco Mundial.
PAI - Sr. Presidente, eu tenho um jovem recomendado para ser vice-presidente
do Banco Mundial.
PRES. BANCO MUNDIAL - Mas eu já tenho muitos vice-presidentes, mais do que o
necessário.
PAI - Mas, Sr., este jovem é genro do Bill Gates.
PRES. BANCO MUNDIAL - Neste caso ele pode começar amanhã mesmo!

Não existe negociação perdida. Tudo depende da estratégia.

Morre Oscar Niemayer aos 105 anos


Tem gente que não gosta de suas obras, mas eu gosto muito.

Esse blog deixa uma sincera homenagem ao homem que desafiou a arquitetura que ele dizia comercial e lançou sua forma de interpretar o mundo...

Descanse em paz, Ó Grande Arquiteto!

Leilão da virgindade de Catarina Migliorin


E que fim levou o selo de Catarina?

Será que já era ou ainda resiste?

Alguém ouviu falar do que aconteceu?

Ela deve estar pensando: podem falar de mim, mas eu tenho um milhão de
reais e vocês não têm...

H-D Electra Glide: Estilo e conforto para viajar

Leandro Lodo

Estávamos no meio da semana e a Harley-Davidson Electra Glide Ultra Limited
já estava na garagem da editora. Infelizmente, eu só viajaria no sábado pela
manhã e então teria que levá-la para casa na sexta-feira, justo no horário
de pico, passando pelas duas marginais e com o trânsito carregado.

Nem preciso dizer o quão difícil foi estar em meio a um trânsito desses com
uma motocicleta tão grande e pesada quanto a Electra Glide e, apesar de ter
levado o dobro do tempo que levaria normalmente para chegar em casa, ao meu
lado estava um espaçoso baú, que me deixou livre da mochila, e um CD com
muito rock'n roll que acabei levando também na viagem.

Na estrada, pude conferir todo o conforto dessa motocicleta dotada de um
poderoso sistema de áudio Harman/Kardon com quatro alto-falantes, piloto
automático, manoplas aquecidas, assento duplo com encosto para o garupa e
espaçosos baús que fazem parte do clássico design da Harley-Davidson Electra
Glide Ultra Limited.

Herança e Tradição

O coração dessa clássica motocicleta segue a tradição dos motores
refrigerados a ar, um V-Twin de 1690 cm3 de seis marchas com torque de 13,9
kgf.m a 3500 rpm que proporciona uma boa resposta nas acelerações e um ótimo
torque em baixa rotação, o que traz bastante suavidade e maior economia nas
viagens.

A carenagem "asa de morcego" foi concebida pelo Chefe de Design Willie G.
Davidson e nos remete a essência das motocicletas Grand American Touring da
década de 60. Na Electra Glide, a estilosa carenagem "asa de morcego" possui
para-brisa integrado que ajuda na proteção aerodinâmica e te livra daqueles
mosquitos grudados na viseira do capacete e na jaqueta.

Cada lateral da carenagem "asa de morcego" possui um quebra-vento, que pode
ser ajustado manualmente. Item simples, mas que oferece um bom conforto ao
piloto naqueles dias mais quentes. Mas, se o dia estiver frio basta fechar o
quebra-vento e ligar as manoplas aquecidas e escolher um dos seis níveis de
intensidade.

Tecnologia

Para a viagem ficar ainda melhor, a H-D Electra Glide possui a tecnologia de
controle eletrônico do acelerador, o famoso piloto automático, que é
acionado por meio de um botão localizado no painel e mais outro botão
localizado no punho direito. Após acionado, o piloto automático
imediatamente se desliga caso você acelere mais, reduza a velocidade ou
toque nos freios.

Por falar em freios, dotados do sistema antibloqueio (ABS) de série, a
Electra Glide conta com freios da marca Brembo. Com pinças de 4 pistões, na
dianteira está um disco duplo, enquanto na traseira há um disco simples que,
em conjunto, permitem realizar boas frenagens.

Se o seu celular ficar sem bateria e você precisar recarregá-lo, no baú há
disponível uma fonte de alimentação de 12V que permitirá realizar essa
tarefa com grande facilidade, caso queira instalar ou utilizar outros
acessórios que necessitem de mais energia, há também um conector elétrico
com potência suficiente para isso.

Além destes itens, a Electra Glide possui outros itens tecnológicos que
estão fora de nosso campo de visão, como o H-D Smart Security System. Este
sistema de segurança é oferecido como acessório de fábrica e, permite o
bloqueio automático da motocicleta sem que você precise apertar qualquer
botão. Esse sistema ativa e desativa as funções de segurança da motocicleta
conforme sua proximidade com a moto.

Conforto e praticidade

Se formos definir a H-D Electra Glide em uma só palavra, esta palavra seria
conforto. Piloto e garupa se sentem como no sofá de casa e o piloto ainda
fica bem acomodado com a plataforma integral para os pés. Além disso, a
alavanca de câmbio heel-toe lhe dá opção de troca de marchas com o calcanhar
e seus calçados podem ficar livres das marcas do câmbio.

A H-D Electra Glide possui sistema de áudio Harman/Kardon com quatro
alto-falantes capazes de emitir um som incrível e mesmo em movimento pode
ser ouvido com perfeição tanto pelo piloto quanto pelo garupa. Mantendo o
estilo clássico, o sistema de áudio possui radio AM/FM e CD Player com
suporte para MP3. O garupa também tem acesso ao sistema de áudio através de
botões localizados nas laterais do assento.

Além de possuir entradas para intercomunicadores – acessório vendido a parte
- o sistema de áudio se ajusta a velocidade da motocicleta. Quando
diminuímos a velocidade ou estamos parados o volume do som diminui, mas
basta retomarmos a velocidade para o volume automaticamente aumentar, esta
praticidade evita que tenhamos que ficar ajustando o volume sempre que
estivermos em baixa velocidade ou parados no semáforo.

Os Saddlebags e o Tour-Pak - nome dado pela perca aos bauletos laterais e ao
top case – oferem uma grande comodidade em qualquer viagem, já que comporta
a bagagem de um casal com facilidade. Pequenos itens como CD's e dinheiro
para os pedágios, ainda podem ser guardados no "porta-luvas", são dois, um
de cada lado da moto localizados entre o mata-cachorro.

Desfecho

Sem dúvida, o habit natural da Harley-Davidson Electra Glide Ultra Limited é
a estrada. Seu estilo clássico aliado a itens modernos como o sistema de
áudio, o sistema de freios ABS e o piloto automático fazem dessa motocicleta
uma verdadeira touring.

O banco duplo com apoio do garupa e o grande espaço oferecido para bagagens
revelam todo o conforto oferecido pela Electra Glide Ultra Limited. Além
disso, seu preço público sugerido a partir de R$ 68.400 é um ótimo atrativo
para os motociclistas que buscam grandes aventuras.

O jornalista usou no teste, jaqueta Race Tech e calça e botas HLX Racing
(www.hlxracing.com.br)

Ficha Técnica

Motor Twin Cam 103, com dois cilindros em "V" e refrigeração a ar
Capacidade 1.690 cm³
Câmbio Seis velocidades
Potência máxima ND
Torque máximo 13,9 kgf.m a 3.500 rpm
Suspensão dianteira Garfo telescópico com 117 mm de curso
Suspensão traseira Amortecimento bichoque, ajustável a ar, com 76 mm de
curso
Freio dianteiro Disco duplo com pinça fixa de quatro pistões
Freio traseiro Disco simples com pinça de fixa de quatro pistões
Pneu dianteiro 130/80 - 18
Pneu traseiro 180/65 - 16
Comprimento total 2.525 mm
Largura total 965 mm
Entre-eixos 1.635 mm
Altura do assento (descarregada) 745 mm
Altura mínima do solo 130 mm
Peso (em ordem de marcha) 413 kg
Tanque de combustível 22,7 l
Cores Vivid Black, Big Blue Pearl/Vivid Black, Ember Red Glo/Merlot,
Midnight Pearl/Brilliant Silver Pearl
Preço a partir de R$ 68.400


Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Desde primeiro de outubro/12 Ducati não atua mais com o Grupo Izzo

Fabricante italiana atuará diretamente no Brasil...

A Ducati não é mais representada pelo Grupo Izzo desde primeiro de
outubro/12. A informação foi divulgada pela própria empresa no Salão que
está ocorrendo na Alemanha, pelo presidente da Ducati, Gabrielle Del
Torquio.

A montadora vai operar diretamente no Brasil, nomeando uma rede de
concessionárias. As motos, assim como a BMW, serão montadas na planta da
Dafra em Manaus.

Ainda está em andamento as licenças e autorizações necessárias para o início
das operações. Ainda bem que a montadora italiana saiu das mãos do Grupo
Izzo que há anos vem ludibriando e agindo com desonestidade com os seus
clientes. A dúvida é porque que o poder público nada faz a respeito, dá a
entender que no Brasil a falta de ética é institucionalizada. Na política,
todos sabemos que é, mas no meio empresarial não pode ser.

E a KTM hein?

A notícia do rompimento da Ducati com o Grupo Izzo saiu em primeira mão no
site Motonline.

Fonte: RockRiders.com.br

ps: Graças a Deus....

Companheiro da lendária viagem de moto do Che Guevara faleceu aos 88 anos

A notícia não é recente, mas só hoje (05/10/2012)
RockRiders.com.br tomou conhecimento.

Alberto Granado, o acompanhante de Ernesto Che Guevara na lendária viagem
pela América do Sul e Central, realizada em 1952, que inspirou o filme
Diários de Motocicleta de 2004, morreu no sábado (5/03/2011) em Cuba, aos 88
anos. Juntos, Granado e Che fizeram o passeio que se tornou famoso e motivou
o livro e o filme, além deter mudado a vida de ambos os viajantes para
sempre.

Por oito meses, a dupla viajou pela América Latina, em 1952. Na época, os
dois estudantes de medicina conheceram a pobreza e a injustiça social do
continente, o que despertou convicções revolucionárias em Che.

Depois de ajudar Fidel Castro a depor o ditador cubano Fulgêncio Batista em
1959, Che convidou Granado para morar em Cuba. Ali, Granado passou a
lecionar bioquímica na Universidade de Havana. Segundo informações da
imprensa cubana, Granado morreu de causas naturais, em Havana, e o corpo
será cremado.

As cinzas de Granado serão espalhadas em três países: na Argentina, onde ele
nasceu; em Cuba, onde viveu; e na Venezuela, país que amava. As informações
são da imprensa estatal cubana. Granado e Che se tornaram amigos na
infância.

O filme Diários de Motocicleta, de Walter Salles, foi produzido a partir do
diário mantido pelos dois amigos durante sua viagem, a maior parte dela
feita na garupa da moto que eles chamavam de La Poderosa.

No filme, Granado foi interpretado pelo argentino Rodrigo de la Serna, e
Che, pelo mexicano Gael García Bernal. Che Guevara foi morto na Bolívia, em
1967, enquanto tentava liderar uma revolução no país.

Fonte: Por BBC Brasil, adaptado por RockRiders.com.br

Ducati assume operação de motos no Brasil

Em evento realizado nessa segunda-feira, 22/10, em São Paulo (SP), um time
do primeiro escalão da fabricante italiana Ducati, formado por Gabriele Del
Torchio (presidente), Roberto Righi (diretor de vendas) e Francesco
Rapisarda (diretor de comunicação), apresentou os novos planos de atuação da
marca no Brasil a partir do início de 2013.

O encontro serviu ainda para apresentar os responsáveis pela operação
oficial da Ducati no mercado brasileiro: Ricardo Susini, diretor geral, e
Marco Truzzi, gerente de serviços e pós vendas. Os dois executivos estão à
frente da nova subsidiária, a Ducati do Brasil Indústria e Comércio de
Motocicletas Ltda.

Os dirigentes explicaram que a empresa não possui mais nenhum tipo de
relacionamento comercial com o Grupo Izzo (antigo representante) e que a
partir de agora a Ducati do Brasil vai iniciar a produção de motos em
parceria com a Dafra, na sua fábrica em Manaus (AM), para montagem em regime
de CKD.

Logo na entrada do evento estava exposta a cruiser Diavel de pré-série, que
será a primeira moto da marca italiana produzida no brasil. O preço do
modelo nacionalizado não foi divulgado, mas é certo que terá um valor mais
acessível em relação ao importado. Também não há data confirmada para o
início das vendas, que devem acontecer nos primeiros meses de 2013.

A nova estrutura administrativa ficará baseada em São Paulo (SP) e a
produção das motos Ducati na fábrica da Dafra, em Manaus (AM), deverá
começar nas próximas semanas.

"O mercado brasileiro é um dos mais interessantes, além de ser o terceiro
maior do mundo", disse Gabriele Del Torchio, CEO da Ducati Motor Holding
S.p.A., durante o anúncio da criação de Ducati do Brasil.

"Estou muito orgulhoso por fazer parte deste grande empreendimento, eu
passei a minha vida inteira no mundo do motociclismo e agora, fazer parte de
uma marca tão prestigiada, me deixa fortemente motivado para alcançar novas
metas", disse Ricardo Susini, diretor geral da Ducati do Brasil.

Fonte: moto.com.br

Chinesa Shineray 400cc trail foi apresentada na Alemanha

Não sabemos se guenta o tranco, mas é chamativa...

A moto é chinesa e bem desenhada, não sabemos se tem pique para concorrer
com a já conhecida japonesa Honda Falcon 400cc, quanto menos se virá para o
Brasil.

A Shineray Kougar 400R foi apresentada durante a feira Intermot (Alemanha)
ainda como moto-conceito, mas é provável que entre em produção dentre os
próximos dois anos. O produto, assim como todos os chineses no setor de
motos, visa ser alternativo e com preço baixo.

Nesse mundo nada se cria, tudo se copia, principalmente na visão comercial
da China. A Kougar 400R tem estrutura que toma por base a antiga XR 400 da
Honda e emprega motor de 397,2 cc refrigerado a ar montado num quadro
tubular de aço. O estilo além da própria Falcon 400 já citada, vai de
encontro também com a XRE 300 e a frente chega a lembrar até os modelos da
linha GS da BMW, diz ai?

Fonte: RockRiders.com.br

ps: tá mais bonita que a Falcon...

Ducati e KTM têm lojas fechadas por seu representante no Brasil

Grupo Izzo diz ter 'decidido encerrar as atividades comerciais'.
Fabricantes europeias ficam com situação indefinida no país.

Logo da Ducati na Juscelino Kubitschek, em São Paulo teve inscrições
da marca retiradas

O Grupo Izzo fechou, em São Paulo, sua principal loja da Ducati no país, na
Avenida Juscelino Kubitschek. Segundo funcionário, que não quis se
identificar, o último dia de funcionamento foi no sábado passado (6) e o
encerramento das atividades ocorreu sem explicações. Dois dias depois, a
empresa, que é a represente no Brasil da marca italiana de motos, e também
da austríaca KTM, divulgou um comunicado não muito claro aos seus clientes,
falando sobre o rumo de seus negócios.

"Após muitos anos atuando no mercado brasileiro, estrategicamente decidimos
por compactar e encerrar nossas atividades comerciais, compatibilizando
nossas unidades em uma nova configuração mais otimizada e de acordo com o
mercado e cenário atual do país. Sendo assim, manteremos nossa empresa em
plena atividade administrativa", informou a nota, que foi transmitida em
nomes de HDSP e LPAP, empresas do Grupo Izzo.

O G1 tentou contato com todas concessionárias KTM e Ducati, veiculadas ao
grupo, e nenhuma atendeu o telefone. A loja da KTM na Juscelino Kubischek
também não está funcionando. Além dela, a unidade da Avenida dos
Bandeirantes, também em São Paulo, dita como a maior concessionária da marca
austríaca no mundo, fechou há alguns meses. Procurado, o Grupo Izzo não se
manifestou.

A mesma nota distribuída aos clientes diz: "Oportunamente, em um futuro
próximo, comunicaremos o endereço das novas instalações já em procedimento
de reforma para adequação do espaço". Desse modo, KTM e Ducati ficam com as
operações indefinidas no Brasil.

"Estamos em situação litigiosa com o Grupo Izzo e não podemos dar
informações sobre o caso", diz a KTM do Brasil, subsidiária da empresa
austríaca no país, referindo-se a ação na Justiça. "Ainda não temos previsão
de voltar a comercializar motos e estamos focando no pós-vendas", explicou
um representante. A Ducati também foi contatada, diretamente na Itália, mas
não se pronunciou até a publicação da reportagem. Os sites das marcas no
Brasil estão fora do ar.

Problemas com clientes
No site "Reclame Aqui" constam diversas queixas contra Grupo Izzo, em
relação às vendas de motos KTM e Ducati. Clientes reclamam, principalmente,
sobre a demora para o emplacamento e a normalização da documentação.
"Comprei minha moto em setembro de 2011 e só recebi o documento em dezembro
do ano passado, mas em nome do Grupo Izzo, e alienado", afirma Marcel
Santos, 40 anos, gerente jurídico, que adquiriu uma Ducati Hypermotard 796 à
vista.

"Só recebi o documento no meu nome em julho de 2012. Depois disso tudo,
perdi a vontade de andar com a moto e a vendi. Em nove meses, rodei apenas
1.000 km", explica Santos, que mantém ação judicial contra a o grupo.

De acordo com o Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-SP),
ainda não está muito claro quais serão os rumos da operação da empresa,
porém, é obrigatório que o Grupo Izzo cumpra os termos de garantias das
motos. Além disso, as peças de reposição têm de continuar disponíveis por um
"período razoável" (não há prazo estabelecido no Código de Defesa do
Consumidor).

A empresa também continua responsável pelos eventuais recalls das motos.
Ainda segundo a fundação, os clientes que se sentirem lesados devem procurar
o Procon para obterem seus direitos.

Parcerias do Grupo Izzo

O Grupo Izzo já teve a representação de outras marcas como Triumph, MV
Agusta e Husqvarna. Sua parceria mais importante foi com a Harley-Davidson,
marca da qual vendeu mais de 20 mil motos no país. No final, a empresa
americana entrou com processo contra o Izzo e a ação terminou após acordo
entre as partes. Desde 2011, a Harley tem operação própria no Brasil.

A Triumph também anunciou subsidiária, com montagem de suas motos em Manaus,
e começará a vendar suas motos em novembro. Enquanto isso, a MV Agusta está
atualmente com a Dafra, que monta as motos italianas no país, e a BMW deve
anunciar em breve as vendas de Husqvarna, marca da qual é dona, no Brasil.


Fonte: g1.com

Israelense vai vender bicicleta de papelão por US$ 20

O inventor israelense Izhar Gafni, 50 anos, está prestes a iniciar a
produção em massa de sua mais recente invenção: uma bicicleta feita de
papelão e outros materiais recicláveis, sem nenhuma peça de metal, que
poderá ser comprada por cerca de US$ 20 (cerca de R$ 40).

"Sempre fui fascinado pela aplicação de tecnologias não-convencionais e fiz
isso em várias ocasiões. Na bicicleta, trabalhei quatro anos para acabar com
os pontos fracos estruturais do papelão corrugado", ressalta Izhar Gafni.

"Fazer uma caixa de papelão forte e durável é fácil, mas fazer uma bicicleta
era extremamente difícil e eu tive que encontrar o caminho certo para dobrar
o papelão em várias direções", acrescentou o inventor.

Uma vez pronta para a produção, a bicicleta de papelão não terá nenhum
componente de metal, nem mesmo o mecanismo de freio e os rolamentos da roda
e do pedal, que serão feitos de substâncias recicladas.

Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Translate it!